23 de abril de 2010

Fome

A sua fome roeu o meu olhar
Roeu o meu pedaço de pão
Roeu o meu momento de riso
Roeu o meu momento de tédio
E o meu estômago doído
A sua fome roeu o meu egoísmo
Roeu o meu inconformismo
Roeu o meu anseio
E vou roendo as minhas unhas
E as pontas dos meus dedos
Esperando que essa fome não roa a vida
Que ainda espera por solução.
(Calliope)


Poema livremente inspirado em Dieta do Poeta Luiz da Silva
http://fosforo-eletrico.blogspot.com/2010/04/meio-dia-hora-do-almoco-e-eu-aqui-em.html

11 comentários:

Alisson da Hora disse...

Lindo..pensei na minha fome, no amor que roeu tudo, no Cabral e nos três mal-amados...

Susane Gaspar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juan Moravagine Carneiro disse...

Fome pela vida...pelo excesso, pelo cotidiano, pelas brechas...fome!

Belo poema

Licínia Ramizete disse...

A fome,em todos os seus sentidos, é uma das piores humilhações que um ser humano pode enfrentar. Talvez por isso, seja sinônimo de penitência... Muito lindo e forte o seu poema! Parabéns Poetiza!

Grigório Rocha disse...

É admirável termos pessoas que têm sensibilidade para sentir a dor pelo semelhante, mais ainda tendo todo o seu talento para transformar esta dor em versos, criando uma poesia que é praticamente um manifesto, ao mesmo tempo belo e dolorido. Parabéns mais uma vez. Mais uma obra prima.

guace disse...

este ultimo momento e q vida ainda precisa de resoluçao tem muito a ver comigo...adorei!

Paula disse...

Nos movimentamos à solução! Assistêncialismo não. Em comunhão, compaixão e amor, sempre!
Linda poesia. A fome remove montanha... Ahhh, sim.

A Moni. disse...

Poema insaciável...parece não ter fim!
Adorei!

Abraços!

INFETO disse...

Mais vás roer, ah como vás e sabes disso, apenas não se paresse. abraços

http://poesiafotocritica.blogspot.com/

Samuel Pimenta disse...

Pois é por ter fome de vida que o homem ainda se alimenta de sonhos!
Belo poema!

Um abraço,

Samuel Pimenta.

Infeto disse...

Ah meu caro, não creia muito nessas suas esperanças não, não creia. Abraços

http://poesiafotocritica.blogspot.com

 
BlogBlogs.Com.Br