23 de setembro de 2009

Arte

Não tema
Nem só de tédio
Vive o jardim
Beija-flor de mim
De lis, de giz
Te faço um poema
Rabisco um arco-íris
Danço na sua pupila,
Brinco no seu globo ocular
Para oscular
A sua boca pequena
Vem brincar no meu jardim
Vem ser minha constelação.
(Calliope)

16 de setembro de 2009

8 de setembro de 2009

Destiny

Caiu em si
Ensimesmada.
A rua é de espada
Espaldar de espinhos,
Agulhas, pregos, alfinetes.

O cotidiano é um estilete...

Caiu em si
Recortada.
Maquiagem borrada
De rosa desalmada
Tudo fora do lugar

Ordem. Ordem. Ordem

Existem reis e rainhas
E ainda existe chance?
E a espera, cansada,
Na beira da estrada

Sorte? Sina? Destino?

(Calliope, 08/09/2009)

2 de setembro de 2009

Medo de Escuro

Os olhos também sentem medo
E se arregalam de assombro.
Ver com a mente é pesadelo
Tocar com os olhos é milagre
Derradeiro.
(Calliope, 02/09/2009)

 
BlogBlogs.Com.Br