28 de abril de 2009

O Palhaço do Meu Circo

Sei que para você, sou uma grande piada,
Daquelas que se conta às gargalhadas,
Para os amigos ou para os cães da rua!
Mas isso já perdeu a graça!
Não me procure
Quando o seu público for embora,
Quando o eco dos risos
Se perderem no tempo,
Quando, finalmente,
Perceber que não é possível
Se esconder debaixo
Da maquiagem e das fantasias.
Enquanto o circo está em chamas,
Estou à salvo, brilhando, sob constelações,
Não me procure por entre as cinzas
Do incêndio que você provocou.
Mas você ainda pode colocar
O nariz vermelho
E animar a sua platéia particular
Dizendo calúnias sobre mim.
(Calliope, 28/04/2009)

Um comentário:

Leandro de Assis disse...

Nossa, isso é um desabafo rs
Muito bom!!!!!!!!!!!!!

 
BlogBlogs.Com.Br