23 de março de 2008

Boneca de Vidro

Alma em fogo!
Carne de vidro!
Cometo erros
E não consigo me perdoar.
Por isso, queimo tanto por dentro.
Por isso, já sou cinza e pó, faz tempo.
Cometo erros e não consigo me redimir.
Por isso, me despedaço.
Por isso, já sou dor e torpor crasso.
Mas, nada disso me torna especial.
E quando meu coração calar
Seus orgânicos batimentos,
Serei fim e pó,
Solidão e chão.

(Calliope, 15/06/06)

Nenhum comentário:

 
BlogBlogs.Com.Br